Revista Bá

Risco e ar

Inaugura nesta terça-feira (5) Risco e Ar, exposição de Bianca Santini no Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (Margs), com curadoria de Gabriela Motta. A abertura é às 19h, na galeria Oscar Boeira, e a mostra pode ser visitada até 28 de janeiro, com entrada franca. Para esta exposição, foi criada uma instalação utilizando uma estrutura de ferro em forma de grade fixada no teto da galeria, composta de tiras de tecido, restos de roupas e acessórios recolhidos pela artista, compondo uma obra de grandes dimensões. Na sexta (8), Bianca recebe o público na galeria às 16h no projeto Conversas com Artistas, um bate-papo informal sobre a exposição e seu processo de trabalho.

Bianca (Lisa Roos)

Bianca (Lisa Roos)

Risco e Ar reúne a produção recente da artista. Trabalhos que se apresentam como desdobramentos de uma pesquisa em processo - uma série de desenhos desenvolvidos nos últimos meses, e uma instalação elaborada no decorrer de 2017. O mundo natural, suas formas orgânicas e transitórias, a noção de paisagem e sua materialidade, são algumas das referências que vem alimentando a produção de Bianca nos últimos tempos. Tais problemáticas podem ser percebidas, sobretudo, em seus desenhos: traços e gestos sobre papel cuja vibração irregular remete às formas de plantas e galhos secos. Na construção dessa série, ela se vale de uma variedade de materiais, tais como carvão, grafite, areia, pastel seco e oleoso, entre outros, em busca da potência ambígua que identifica nos seus referentes.

Bianca Santini é natural de Porto Alegre e iniciou nas artes aos 6 anos de idade no Centro de Desenvolvimento da Expressão, e logo ingressou no atelier de pintura a óleo da artista Malu Soeiro. Realizou diversos cursos e trabalhos sempre ao lado de artistas renomados. Atualmente estuda História da Arte Contemporânea com Maria Helena Bernardes, e produz diariamente trabalhos em desenho, aquarela e pintura acrílica em seu amplo ateliê na capital gaúcha.